Arquivo de fevereiro, 2009

Documentário

poster

Para quem tem interesse em saber mais sobre aquecimento global, a recomendação é ver o video documentário “Uma verdade inconveniente” (Al Gore).

A maioria conhece o político Al Gore somente pelo fato dele ter sido derrotado por George W. Bush na campanha eleitoral pela presidência dos EUA em 2000.

“Uma verdade inconveniente” mostra os esforços de Gore desde a década de 70 a fim de alertar a população mundial em relação ao aquecimento global.

Info:

Gênero: Documentário
Tempo: 100 min.
Lançamento: 02 de Nov, 2006
Lançamento DVD: Jan de 2007
Classificação: 12 anos
Distribuidora: Paramount Pictures Brasil

Estrelando: Al Gore.
Dirigido por: Davis Guggenheim
Produzido por: Lawrence Bender, Scott Burns, Scott Z. Burns, Laurie David

Abaixo um pequeno trecho do filme:

Obs: Você pode comprar o video no site oficial. Para alugar só é encontrado em algumas locadoras.

Saiba mais

Hora do Planeta 2009.

A Hora do Planeta 2009 é um ato simbólico no qual todos são convidados a demonstrar sua preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas.

Para participar Acesse: www.horadoplaneta.org.br

O WWF-Brasil e a agência de publicidade DM9DDB prepararam uma campanha publicitária para mobilizar a população pela Hora do Planeta. O vídeo de 30 segundos, contou com a locução do ator Marcos Palmeira.

Videos

Últimas notícias:

Hora do Planeta 2009 atinge novo recorde de adesão mundial

Países que participam da Hora do Planeta já são mais do dobro dos que aderiram em 2008.

Faltam oito semanas para a realização da Hora do Planeta 2009 e o evento já conta com a adesão de cidadãos, empresas e autoridades de 375 cidades em 74 países, que se comprometeram a desligar as luzes e mantê-las apagadas durante sessenta minutos, a partir das 20h30min, em 28 de março, em um ato simbólico de combate ao aquecimento global.

A lista de cidades que confirmaram sua participação na Hora do Planeta 2009 inclui 37 capitais federais e algumas grandes cidades do mundo, como Londres, Beijing, Roma, Moscou, Los Angeles, Rio de Janeiro, Hong Kong, Dubai, Cingapura, Atenas, Buenos Aires, Toronto, Sydney, Cidade do México, Istambul, Copenhague, Manila, Las Vegas, Bruxelas, Cidade do Cabo e Helsinki.

O evento promovido pela Rede WWF mantém um crescimento constante desde seu início, que foi um ato de conscientização realizado em Sydney, na Austrália, em 2007, até o fantástico resultado do ano passado, totalizando 371 cidades em 35 países. O Brasil estréia sua participação este ano, o que foi oficializado em 28 de janeiro, durante evento de lançamento da Hora do Planeta no Brasil, com o anúncio da adesão oficial da cidade do Rio de Janeiro.

O Secretário-Geral da Rede WWF, James Leape, se mostra otimista quanto ao potencial dessa campanha para levar a uma tomada de decisão sobre a questão das mudanças climáticas. “Nos próximos meses, espera-se a adesão de centenas de outras cidades a esse ato simbólico. A Hora do Planeta 2009 estabelece a plataforma para um mandato global sem precedentes para que se adotem ações de combate às mudanças climáticas”, declarou.

Além do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a Hora do Planeta 2009 verá as luzes se apagarem em alguns dos mais conhecidos ícones do mundo, como a Opera House em Sydney (Austrália), a Torre CN em Toronto (Canadá), o Estádio do Milênio em Cardiff (Inglaterra, e o edifício mais alto do mundo, o Taipei 101 (Taiwan).

O apoio mundial a essa campanha foi garantido por um continente de eminentes embaixadores, com destaque para o arcebispo sul-africano Desmond Tutu, Prêmio Nobel da Paz, e a atriz de cinema, vencedora do Oscar, Cate Blanchett. No Brasil, os atores Camila Pitanga e Victor Fasano e a apresentadora de TV, Cynthia Howllet aderiram ao movimento. E o ator Marcos Palmeira gravou gentilmente a locução do filme promocional, criado pela agência DM9DDB.

O diretor executivo da Hora do Planeta, Andy Ridley, disse que a campanha de 2009 é uma oportunidade para que as pessoas de todo o mundo votem nessa importante questão global.“Por sua própria natureza, a Hora do Planeta constitui a essência da ação de organização de base. É uma oportunidade para que indivíduos de todos os cantos do mundo se unam em uma única voz e façam um apelo para que se aja contra as mudanças climáticas”, disse Ridley.

O ano de 2009 é decisivo para uma ação de combate às mudanças climáticas, pois as lideranças mundiais têm encontro marcado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas que se realiza em Copenhague (Dinamarca), em dezembro, para a assinatura de um novo acordo, em substituição ao Protocolo de Quioto.

Shepard Fairey cria peça para a Hora do Planeta
Shepard Fairey, design gráfico que ficou famoso por retratar Obama durante a última campanha presidencial nos EUA, aderiu a Hora do Planeta. Na obra de arte que criou para o movimento, Shepard Fairey comparou o ato de desligar o interruptor a dar um voto pelo combate às mudanças climáticas.
A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa global da Rede WWF sobre mudanças climáticas. No sábado, dia 28 de março de 2009, às 20h30, pessoas, empresas, comunidades e governo são convidados a apagar suas luzes pelo período de uma hora para mostrar seu apoio ao combate ao aquecimento global.
Clique aqui para fazer o download do poster.

Prefeitura apaga as luzes de ícones cariocas
Para marcar a adesão do Rio de Janeiro à Hora do Planeta, em 28 de março, o prefeito da cidade, Eduardo Paes, anunciou que desligará as luzes de monumentos cariocas como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Parque do Flamengo e a orla de Copacabana, que terá a segurança reforçada pelas autoridades competentes. O Jockey Club também confirmou sua participação.

Além do Rio de Janeiro, outras grandes cidades mundiais, como Atenas, Buenos Aires e Edimburgo participam do movimento. Até o momento, mais de 170 cidades de 62 países já confirmaram sua adesão à Hora do Planeta.

O WWF-Brasil espera contar com a adesão de empresas, entidades, ONGs, associações de bairro e demais movimentos da sociedade civil. Os cidadãos serão convidados a se cadastrar no site www.horadoplaneta.org.br.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Mais

Monumentos símbolos de Portugal às escuras pela Hora do Planeta

Diversos monumentos, locais públicos e edifícios administrativos de Portugal ficarão às escuras para marcar a Hora do Planeta, no dia 28 de março, desde a Câmara Municipal de Lisboa, ao Edifício dos Paços do Conselho.

Alguns dos monumentos emblemáticos da cidade -Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Mosteiro dos Jerónimos – vão perder o seu “brilho” noturno e vão ficar às escuras.

A área de Belém foi eleita para concentrar todos aqueles que querem ver e participar da iniciativa Hora do Planeta 2009. Por lá, a população é chamada a observar o apagão dos monumentos e a acender uma vela pela Hora do Planeta – um gesto simbólico que pretende chamar a atenção dos líderes mundiais para políticas de combate ao aquecimento global.

Fonte: Planeta em Ação

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Passado e presente na Guatemala

A cidade da Guatemala, capital do país de mesmo nome, aderiu ao esforço global contra as mudanças climáticas representado pela Hora do Planeta. Com seus sete milhões de habitantes, a cidade de Guatemala ilumina o caminho da Hora do Planeta na América Central.

O principal monumento religioso, a Catedral Metropolitana será o centro dos acontecimentos durante a hora do planeta na cidade. Governos locais e nacional estão apoiando o evento, pqra chamar a atenção do globo sobre a questão das mudanças climáticas.

No centro da cidade de Guatemala, localizam-se as ruínas remanescentes da antiga cidade maia de Kalminaljuyu. Ali, o moderno e o antigo coexistem, no vibrante centro comercial da cidade que surgiu entre ruínas milenares. A Hora do Planeta, na Guatemala, representará a união do passado e do presente, com o apagar das luzes das torres comerciais e do Parque Central Cerimonial.

Fonte: Planeta em Ação

Hora do Planeta 2009.